Depoimento Testemunha caso Banco Safra

Você não precisa ver e nem saber quem é, contudo, observe que tratasse de um depoimento a um magistrado.
Ouça com atenção!

Destacam-se no depoimento gravado, pontos que são idênticos aos que nestes autos estão sub judice, todos eles relativos ao contrato assinado em branco, falta de respeito aos juros que haviam sido combinados, etc., que assim deve-se ouvir :

  • 1 minuto e 30 segundos – a depoente declara: que operava com os borderôs de desconto de cheques e antecipação de cartão de crédito visa.
  • 1 minuto e 51 segundo - declara: que os contratos eram assinados em branco antes das operações serem realizadas; para todas as contas .
  • 2 minutos e 21 segundos - declara: que os contratos eram assinados completamente em branco; para todas as contas do grupo Gobbo.
  • 10 minutos e 46 segundos - declara: que no tempo que trabalhou no Banco Safra, entre 2000 a 2008 nós não tinha um processo de preenchimento de contratos na agencia, era tudo em branco, não só deste cliente e dos demais clientes da agencia;
  • 12 minutos e 14 segundos - declara: que era sempre tudo assinado em branco, não só deste cliente, não tinha sistemas, na época, para rodar este tipo de contrato na agencia;
  • 16 minutos e 30 segundos - declara: que várias caixas vieram de São Paulo, com vários borderôs, de vários clientes e o funcionário foi designado para separar todos os contratos do grupo Gobbo;

A instrução processual foi encerrada naquela audiência e foi proferida a r. sentença pelo MM. Juiz de Direito da 2ª Vara Cível .